Saturday, Jul 22nd

Última actualização:08:25:23 AM GMT

Manchetes:
Você está aqui: Actividades da Embaixada Actividades da Embaixada 2000 - 2012
 
na Rússia
 
Angola

Actividades da Embaixada

BAZZAR INTERNACIONAL DE INVERNO EM MOSCOVO MARCA ANUALMENTE A DIFERENÇA

wb1

O bazzar Internacional de Inverno tornou-se um evento anual bem conhecido em Moscovo, pelo menos ao nível do corpo diplomático e mesmo em vários círculos russos.

O bazzar deste ano 2016 foi o 28º do género e é um dos mais antigos mercados festivos de Moscovo e movimentou desde diplomatas, homens de negócios, turistas, etc...Os embaixadores das Repúblicas da Roménia, Países Baixos, África do Sul, República Checa e Eslováquia estiveram presentes no fórum num universo de diplomatas de 56 embaixadas.

É anualmente um dos principais eventos porta-estandarte, que o Clube Internacional de Mulheres de Moscovo (IWC) utiliza para arrecadar fundos às suas obras de caridade ao longo da sua existência como organização filantrópica.

O certame atraiu quatro mil e quinhentas pessoas, de entre visitantes e compradores do público russo em dezenas de atracções expostas nos stands. Apoia por isso, inúmeros projectos na cidade de Moscovo, incluindo o Hospital de Crianças Speransky, o Lar para Órfãos da Madre Teresa, o Abrigo Neznaika e os Serviços Sociais da MPC.

O 28º Bazzar foi um evento multi-cultural onde a comunidade expatriada e os seus amigos russos uniram-se mais uma vez para arrecadar dinheiro e outros bens para caridade aos que mais necessitam.

Só para dar um exemplo, Luxemburgo, a Eslováquia e a república Checa, destacaram de forma permanente, um diplomata para acompanhar de perto todas as situações ligadas aos seus stands. O Stand angolano apresentou uma gama da realidade actual, com bens de consumo nacional diverso, entre produtos alimentares, culinária, roupas e artesanato numa demonstração das reais potencialidades culturais do nosso país.

O espaço foi decorado com dois belos quadros, fotos, a bandeira nacional e tapeçarias como "O Pensador", o maior símbolo da cultura angolana. Os visitantes encontraram expostos a farinha de mandioca, musseque e fina, a múkua, um fruto silvestre, o coco, a ginguba, o café nacional Ginga, de entre outros quitutes e doces angolanos assim como tecidos, trajes tradicionais, vassouras e cestos, sacolas, escovas de cabelo feitos à mão, bonecas tradicionais angolanas, instrumentos musicais com ornamentos da marca Angola. Países africanos como os Camarões, Cote D'Ivoire, Egipto, Ghana, Namíbia, Madagáscar, África do Sul e a Tanzânia também expuseram diversos produtos nacionais para satisfação dos visitantes.

Embaixadas de todo o mundo venderam os seus produtos tradicionais e alimentos, e muitos deles aproveitaram a ocasião, para exibir músicos dos seus países, dançarinos entre outros artistas que animaram o vasto programa cultural.

Visitantes locais e estrangeiros apreciaram a calorosa atmosfera, passearam pelos stands montados para completar a actividade descobrindo presentes de férias exóticas e guloseimas de cada terra participante num evento muito diversificado que retratou a criatividade multi-cultural de cada nação.

O custo dos bilhetes foi de 300 rublos por cada pessoa mas gratuito para crianças menores de 10 anos, fundos, aliás destinados a instituições onde residem pessoas que mais necessitam.

O bazar teve lugar num dos hotéis renomados da capital russa, no sábado, 28 de Novembro, das 10:00h às 16:00 horas nos arredores do famoso Metro Kievskaya.

wb2

wb3

wb4

wb5

wb6

wb7

wb8

Embaixador de Angola informa diplomatas em Moscovo sobre situação nos Grandes Lagos

26

A habitual reunião mensal do grupo dos embaixadores africanos residentes em Moscovo registou em Outubro passado um momento diferente com uma análise mais profunda da situação na região dos Grandes Lagos e também na RDC e no Sudão do Sul.
Desta feita, foi manifestada pelo corpo diplomático africano acreditado em Moscovo, esta grande preocupação face ao impacto negativo que causam à paz e segurança do continente.
O chefe da missão diplomática de Angola neste país, Joaquim de Lemos, fez um relato preciso da situação prevalecente nos Grandes Lagos, na sequência da sétima reunião cimeira da CRGL decorrida em Luanda, país anfitrião, no passado dia 26 de Outubro e reuniu a maioria dos chefes de estado ou seus representantes nesta organização regional.
O embaixador angolano, enfatizou na ocasião aquí em Moscovo, a importância que constituti para a CRGL o reforço das relações e posições dos integrantes como garantes da paz e estabilidade em cada uma das regiões africanas.

Embaixadores da SADC em Moscovo festejam 36° aniversário

sadk1

Os Embaixadores dos países da SADC residentes em Moscovo, e acreditados na Federação da Rússia, comemoraram com júbilo o trigésimo sexto aniversário da organização da sub-região sahariana de África neste país.

O espaço da UPDK, foi pequeno para o corpo diplomático acreditado em Moscovo, sobretudo o africano, em simbíose com o europeu, americano e asiático visar maior interacção e o reforço das relações entre sí e principalmente dos 14 países membros do Comité para o Desenvolvimento da África Austral.

A completar o momento festivo liderado pelo embaixador de Moçambique na Rússia, Mário Saraiva Ngwenya, por sinal o anfitrião dos embaixadores da organização nestes 36 anos de existência da SADC, deu as boas vindas aos presentes e enfatizou a relevância da data que se assinala à 23 de Setembro.

O também presidente em exercício do grupo SADC na Rússia, exortou à uma maior integração e coesão dos países membros dentro e fora do continente africano.

Já o decano dos embaixadores africanos na Rússia, Máxime Dovo, defendeu igualmente o peso e importância que a SADC como organização regional ocupa em todo o mundo e, fundamentalmente no nosso continente.

Por seu turno, o vice-ministro dos negócios estrangeiros russo, Mikhail Bogdanov, que representou o governo da federação, manifestou a sua disponibilidade em continuar a trabalhar com os países africanos para o estreitamento das relações de amizade e cooperação com todos os países de África.

Além dos momentos solenes, na presença das respectivas bandeiras com a entoação dos hinos da SADC e Rússia, houve o corte do bolo, a foto da família de todos embaixadores residentes além de apetecidos atractivos culturais e recreativos com música e dança africanas.

Integram a SADC 14 países tais como Angola, Botswana, Lehsoto, Moçambique, Malawi, Ilhas Maurícias, Madagáscar, Namíbia, Tanzânia, Swazilândia, África do Sul, RDC, Zâmbia, Zimbabwe.

sadk2

DSC 9468

sadk4

sadk5

Embaixadores africanos em Moscovo afinam estratégias de actuação

DSC 8608Angola presidiu a primeira reunião rotativa mensal de 2016 dos embaixadores de África acreditados na Federação Russa, para traçar novas estratégias de actuação e cooperação com relação à este país europeu.

Continuar...

COMEMORAÇÃO EM MOSCOVO DOS 40 ANOS DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

DSC 5300ANGOLANOS NA FEDERAÇÃO DA RÚSSIA, COMEMORARAM COM JÚBILO OS 40 ANOS DA INDEPENDÊNCIA NACIONAL

Sob o signo de uma maior simbíose cultural entre Angola e a Rússia, o quadragésimo aniversário da independência foi condignamente comemorado, à 11 de Novembro, em Moscovo com a realização de uma recepção oficial de Gala promovida pela embaixada angolana na federação russa.
Para o acto solene foi convidado o corpo diplomático residente e altas personalidades dos sectores empresarial, artístico e sociedade civil.

Continuar...

Pág. 1 de 5